English Version
Vixbull - Criação e Aprimoramento de Buldogues Franceses

Cuidados com o seu buldogue francês - Prolapso da terceira glândula - Cherry Eye

PROLAPSO DA TERCEIRA PÁLPEBRA - CHERRY EYE

O QUE É?

O prolápso da glândula da terceira pálpebra, também conhecido como cherry eye (olhos de cereja), pode ocorrer com qualquer cão e de qualquer raça.

Um belo dia seu bulldoguinho filhote, geralmente com menos de seis meses de vida, aparece com uma cerejinha no canto interno do olho.

O prolapso da glândula da terceira pálpebra ocorre geralmente por flacidez dos tecidos e pode melhorar a medida que o cão amadurece. Agentes irritantes como pólem ou materiais de limpeza ou mesmo o cão na tentativa de coçar o olhinho, fazer esforço ou se estressar, podem precipitar a saída da glândula.

REPOSICIONANDO
Se isso acontecer, devolva-a no lugar imediatamente: com seu dedo polegar eleve a pálpebra inferior envolvendo a glândula. Faça leve pressão para baixo até sentir o osso onde fica a órbita ocular. Mantenha assim por alguns segundos. Ao remover o dedo você observará que a bolinha desapareceu.

Faça isso sempre que notar a saída da glândula, ainda pequena, antes que ela edemacie e fique irritada não cabendo mais no seu espaço. Esse cuidado pode fazer-se necessário por semanas. Mantenha o uso dos colírios e pomadas que o veterinário receitou.

Uma vez edemaciada e irritada torna-se impossível mantê-la em seu leito, podendo ser necessária cirurgia.

Caso necessite operação, procure um veterinário especialista em oftalmologia. A indicação de nossos médicos veterinários para cães adultos é o sepultamento da glândula, ou seja, sua recolocação (recolocação da glândula no lugar e fixação com uma "costurinha"). Para cães em crescimento e bebês, não fazemos o sepultamento pois o risco de recidiva é muito alto, já que os tecidos estão em crescimento e a cirurgia pode se perder rapidamente. Como o procedimento anestésico em buldogues franceses é arriscado, fazemos a remoção da glândula. A cirurgia é mais rápida, mais simples e com menos riscos para o bebê.

O prolapso da glândula da terceira pálpebra é relativamente freqüente. Todo cinófilo deveria conhecê-lo. A tomada precoce de cuidados pode evitar a cronicidade e cirurgia e constitui a forma mais fácil de contornar o problema. Essa condição tende a acontecer em ambos os olhos.

Essa condição pode surgir por diferentes razões e o pronto atendimento do cão, que deverá ser feito pelo próprio dono, poderá determinar a evolução dessa lesão. Se agir a tempo e da maneira correta há mais de 98% de chance de que tudo não passe de um simples susto.

A simples adoção do procedimento acima descrito poderá salvar seu cão de uma cirurgia.

Agradecimentos:
Texto gentilmente cedido por Sirley V. Velho - Canil Skonbull e adaptado.